Ser apostólico de Davi

Texto: Atos 13.21-22.

Davi era diferenciado, marcado por Deus de maneira especial. Era um ser apostólico nos atos, atitudes; em tudo o que fazia, havia uma marca apostólica.
Deus entregou um reino a Saul, um reino humano e carnal (I Samuel 8.7). Deus impôs condições para que aquele povo tivesse um rei.
A diferença entre o que Deus deu a Saul e deu a Davi. Deus levanta a Davi como um homem que faz toda a sua vontade. As barreiras humanas estavam sendo removidas. Jeremias 17.9 fala que o coração é enganoso. Os interesses humanos faz com que deixe de fazer a vontade de Deus para fazer a sua. Um nível de relacionamento superior é fazer toda a vontade de Deus. Davi foi marcado por esta palavra: não sair do centro da vontade de Deus. Por que?

1º) Liberação de seu nascimento carnal: o pecado do qual nascemos, precisamos, como Davi, nos libertar. Ele saiu da casa de Jessé. Em João 2.4 mostra Jesus se liberando do nascimento carnal. João 3.6. Para termos este ser apostólico precisamos nos liberar do nascimento carnal. A ascendência espiritual dos pais não pode impedir a nossa caminhada com Deus.


2º) Liberar dos afetos humanos (2 Coríntios 6.12). Ter um coração grato, mas não dever favor para ninguém, ou seja, não ficar amarrados a laços humanos.
I Samuel 30, Davi estava em Ziclague. Os homens tentaram apredejá-lo. Deus permitiu isso para ver que ele depende somente de Deus. Ninguém pode chantagear emocionalmente o servo de Deus. Por isso, Davi teve autonomia emocional para liberar alguns no ribeiro de Besor. Mateus 26.40: Jesus foi orar e repreende os discípulos.

3º) Liberar dos recursos humanos (1 Crônicas 29.3). Davi entregou tudo. Liberação de tudo aquilo que era recurso financeiro. Onde está o seu coração, aí está o seu tesouro. Liberara daquilo que o diabo assola. A confiança está em Deus.

4º) Liberar do medo da morte: Felipenses 2.21. enfrentamos a morte com autoridade sobre ela. Mateus 16.21-23, nem a morte pode parar a grande obra de Deus em nossa vida. 1 Coríntios 15.55-58.
O Senhor nos transforma em um ser apostólico.

E quando isso acontece:

1º) Viver como um ungido que tem a porção sacerdotal.
O ungido cheio do Espírito de Deus tem cinco autoridades: autoridade contra a enfermidade, contra a carne, contra toda obra do maligno, destes dias de hoje e contra demônios. E vivemos Atos 10.38.
Aí, Deus dá o direito de ter a porção sacerdotal. 1 Samuel 21.23 Davi vence o gigante e sai para guerrear contra Saul. Davi pede ao sacerdote cinco pães. Por se ele um ungido, o sacerdote deu. Cinco pães porque representam todo o potencial do milagre apostólico. João 6.9. Davi, ainda, recebe a espada de Golias e saiu para viver o tempo mais apostólico. A porção do sacerdote é vitória no Deus poderoso,
O que não tinha por direito carnal, eu tenho em Jesus Cristo por eleição; a benção do Senhor de ser ungido e ter a porção do sacerdote. O sacerdote tem: uma porção de Deus; vai além do véu e fala face a face com Deus.

2º) Ter a restauração de atos 5. Restauração significa aquilo que foi perdido será devolvido. Atos 15.16-17, o parecer de Tiago: restaurar o tabernáculo caído de Davi: tudo o que viveram na lei, na graça é vivido em maior autoridade em Jesus. O Senhor traz o mover apostólico de 2 Coríntios 12.12. Jesus vem buscar uma igreja restaurada. Deus me escolheu para anunciar coisas grandes que nem sei. Somos a restauração do mover apostólico.
O templo se transformou em motivo de orgulho e pedras mortas. Jesus a restaurou em três dias. Somos o templo do Espírito de Deus, o tabernáculo de Davi restaurado. A restauração: a da sorte, da alegria, da força, das virtudes e da Glória do Senhor.
Deus me escolheu para derramar todas estas coisas. Ele me colocará em uma dimensão espiritual acima daquilo que vivemos até hoje. 2 Coríntios 12.1-4. Viver a vida espiritual da igreja é ser santo, amar, desejar o Espírito como Jesus desejou.