A VOLTA DE JESUS CRISTO

A VOLTA DE JESUS CRISTO

Copilado por ” Ev. Adão Misael Ferreira da Silva”

"FILHINHOS, É JÁ A ÚLTIMA HORA" 1 Jo 2:18

1-AUTOR:
JOÃO (O EVANGELISTA), FILHO DE ZEBEDEU, RESIDIA EM JERUZALÉM ATÉ A MORTE DE MARIA (MÃE DE JESUS), POR VOLTA DE 48 d.C.. CONDENADO POR DOMICIANO, LANÇADO NUMA CALDEIRA DE AZEITE FERVENTE, SEGUNDO TRADIÇÃO, SENDO SALVO POR JESUS; QUANDO DIRIGIA A IGREJA EM ÉFESO FOI EXILADO NA ILHA DE PATMOS, POR CAUSA DA PALAVRA DE DEUS E DO TESTEMUNHO DE JESUS CRISTO; ONDE ESCREVEU O APOCALIPSE.

VOLTA PARA ÉFESO ONDE É PASTOR ATÉ SUA PARTIDA PARA OS BRAÇOS DO SENHOR, POR VOLTA DO ANO 100 d.C.; SENDO O ÚNICO DOS APÓSTOLOS (SEGUNDO A TRADIÇÃO) A NÃO MORRER ASSASSINADO.JOÃO ERA PRIMO DE JESUS, FILHO DA OUTRA MARIA, MULHER DE ZEBEDEU, PRIMA DE MARIA, MÃE DE JESUS.

2-ÉPOCA:
ESSA PRIMEIRA EPÍSTOLA FOI ESCRITA PROVAVELMENTE NO ANO 90 d.C. EM ÉFESO; FOI DIRIGIDA A TODOS COMO FILHOS AMADOS PARA ADVERTÊNCIA CONTRA FALSAS DOUTRINAS (DE DEMÔNIOS). CONSELHO À VIGILÂNCIA E CONSERVAÇÃO DA FÉ, E PARA PROVAR QUE CRISTO REALMENTE VIVEU ENTRE OS HOMENS E QUE MORREU E RESSUSCITOU, SENDO ELE, JOÃO, UMA TESTEMUNHA OCULAR DESSES FATOS.

3-INTRODUÇÃO:
"FILHINHOS, É JÁ A ÚLTIMA HORA"

4-TEMA:
"ÚLTIMA HORA"

5-CONTEXTO:
Lc 12:40 "PORTANTO ESTAI VÓS APERCEBIDOS; PORQUE VIRÁ O FILHO DO HOMEM À HORA QUE NÃO IMAGINAIS".

POESIA: CASSIANO RICARDO, CÉLEBRE ESCRITOR ESCREVEU AO OLHAR PARA UM RELÓGIO: "DIANTE DE COISA TÃO MONSTRUOSA, CONSERVEMO-NOS SERENOS, CADA MINUTO DE VIDA, NUNCA É MAIS, É SEMPRE MENOS. SER, É APENAS UMA FACE DO NÃO SER, E NÃO DO SER; DESDE O INSTANTE EM QUE SE NASCE, JÁ SE COMEÇA A MORRER".

6-CORRELAÇÃO COM O DIA A DIA:

6.1-FALTA DE TEMPO – EMBORA A ‘BIBLIA DIGA QUE HÁ TEMPO PARA TUDO, PARECE QUE CADA DIA SE ACHA MENOS TEMPO PARA FAZERMOS O QUE PRECISAMOS FAZER.

6.2-FERMENTO NAS IGREJAS – NESSES ÚLTIMOS TEMPOS TÊM SURGIDO VÁRIOS GRUPOS DENTRO DA ÏGREJA", QUE NÃO TÊM COMPROMISSO COM A PALAVRA DE DEUS; SENDO GUIADOS POR LÍDERES QUE DITAM PALAVRAS DE ORDEM, SEM BASE BÍBLICA, DIZENDO SER O ESPÍRITO SANTO QUE FALOU; CAUSANDO DIVISÕES E ATÉ INIMIZADES ENTRE OS IRMÃOS. ALÉM DISSO NUNCA VIMOS TANTOS QUE ABANDONA A IGREJA DE JESUS CRISTO E VÃO FAZER PARTE DA SINAGOGA DE SATANÁS. (EX.: EX-CRENTES QUE VOLTAM À IDOLATRIA, OU DESVIAM-SE APÓS AS SEITAS, EM BUSCA DE DINHEIRO, FAMA E GLÓRIA DE HOMENS.



6.3-HORA DA MORTE – É INEVITÁVEL; A MORTE CHEGARÁ! VOCÊ TEM MEDO DA MORTE? A QUE HORA ELA BATERÁ À NOSSA PORTA?- NÃO SABEMOS.

6.4-PASSADO E PRESENTE:
CIDADES PEQUENAS E SOSSEGADAS, SEM ASSALTOS E ROUBOS E ASSASSINATOS, TODOS SE CONHECIAM; HOJE, GRANDES CIDADES, CHEIAS DE MEDO E PAVOR DEVIDO À VIOLÊNCIA QUE AS ASSOLA, NÃO SE TEM PAZ E NEM SOSSEGO, O INIMIGO PODE ESTAR NA PRÓXIMA ESQUINA OU NA PRÓPRIA FAMÍLIA. TEM QUE ACABAR UM DIA…

7-QUATRO PERGUNTAS:
1. O QUE É E QUANDO SERÁ A ÚLTIMA HORA?
2. POR QUE SABEMOS QUE É JÁ A ÚLTIMA HORA?
3. ONDE VOCÊ ESTARÁ APÓS A ÚLTIMA HORA?
4. QUE FAZER A RESPEITO?

1. O QUE É E QUANDO SERÁ A ÚLTIMA HORA?
A ÚLTIMA HORA É A VINDA DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO PARA BUSCAR SUA IGREJA, SUA NOIVA; SANTA, PURA, SEM MÁCULA E NEM RUGA. É A HORA DO ARREBATAMENTO DA IGREJA (RAPTO). A HORA E O DIA NINGUÉM SABE, SENÃO O PAI (É TAMBÉM A HORA DA ANGÚSTIA E TORMENTO PARA OS QUE FORAM REBELDES AO SEU CHAMADO); SABEMOS OS SINAIS E A ESTAÇÃO:
Mt 24:32-36 A FIGUEIRA É ISRAEL, OS RAMOS SÃO POVOS E TRIBOS, FRUTOS SÃO OS JUDEUS ESPALHADOS PELA TERRA Ez; Is E Mq E MUITOS OUTROS PROFETIZARAM A ESSE RESPEITO (VALE DE OSSOS P/ EXEMPLO).
2. POR QUE SABEMOS QUE É JÁ A ÚLTIMA HORA?

2.1- MESQUITA DE OMAR ( Rachaduras nas paredes, conserto impossível )
Dono da Rocha
2.2– TEMPLO PRÉ-MOLDADO PRONTO ( Judeus já prepararam os utensílios e pedras para reconstrução )
Templo construído p/Herodes
2.3– REINOS MERCOSUL E M.C.E. PRONTOS.

2.4- DICAS DE JESUS PARA A ÚLTIMA HORA:
Mc 13:3-13 : Vv 6: MUITOS VIRÃO EM MEU NOME E ENGANARÃO A MUITOS
(REVERENDO MOON E OUTROS FANÁTICOS QUE SE FAZEM PASSAR POR JESUS,
OU PELO MENOS TENTAM INFLUENCIAR AS PESSOAS COM FALSAS PROMESSAS
DE PARAÍSO TERRESTRE);
Vv 7: GUERRASE RUMORES DE GUERRAS;
Vv 8A: TERREMOTOS;
Vv 8B: FOMES E PESTES;
Vv 9A: ENTREGANDO-SE UNS AOS OUTROS;
Vv 9B: TESTEMUNHO A PRESIDENTES E REIS;
Vv 10: EVANGELHO A TODOS (FRONTEIRAS ABERTAS: ALEMANHA, CUBA E CHINA)
Vv 12: DIVISÃO NA FAMÍLIA, IGREJA E NÃO CRENTES.
Vv 13: ABORRECIDOS POR TODOS
4- MAIS SINAIS EM LUCAS 21:25-28
Vv 25A: SINAIS NO SOL, LUA E ESTRELAS (NO CÉU, ECLIPSE)
Vv 25B: SINAIS NA TERRA, BRAMIDO DO MAR, TUFÕES, MAREMOTOS, TERREMOTOS, VULCÕES, RACHADURAS POR TODA PARTE.
LUCAS 21:31 QUANDO VIRDES ACONTECER TODAS ESSA COISAS…
LUCAS 21:34 NÃO SE CARREGUEM DE GLUTONARIAS….

3. ONDE VOCÊ ESTARÁ APÓS A ÚLTIMA HORA?
LUCAS 13:19 NAQUELES DIAS (APÓS ARREBATAMENTO) AFLIÇÃO QUAL NUNCA HOUVE Am 8:11-12 FOME E SEDE DE OUVIR A PALAVRA DE DEUS, PROCURARÃO, MAS NÃO ENCONTRARÃO. Ap 9:6 NAQUELES DIAS OS HOMENS MORARÃO EM CAVERNAS E BURACOS SOB A TERRA E BUSCARÃO A MORTE E NÃO A ACHARÃO; E DESEJARÃO MORRER, E A MORTE FUGIRÁ DELES. DIRÃO AOS MONTES: CAIAM SOBRE NÓS…( É AÍ QUE VOCÊ DESEJA ESTAR? OU É COM JESUS, NA GLÓRIA? )
LEMBRAMOS AO CARÍSSIMO LEITOR QUE A ÚLTIMA HORA PODE SER TAMBÉM A HORA DE SUA MORTE, O QUE VOCÊ TEM PREPARADO? E PARA QUEM SERÁ?
4. O QUE FAZER A RESPEITO?
Dt 30:19 DOIS CAMINHOS
Jo 14:6 JESUS É O ÚNICO CAMINHO
1 Tm 2:5 JESUS O ÚNICO MEDIADOR
Mt 11:28 CONVITE DE JESUS
1 Jo 1:9 SE CONFESSARMOS
Rm 10:9 CONFESSAR COM A BOCA E CRER COM O CORAÇÂO
Mt 10:32 DIANTE DE TESTEMUNHAS
Rm 8:1 NENHUMA CONDENAÇÃO PARA OS QUE ESTÃO EM CRISTO JESUS
Ap 3:10 TE GUARDAREI DA HORA DA TENTAÇÃO

SE VOCÊ DESEJA DETALHES SOBRE A VINDA DE JESUS, LEIA COM ATENÇÃO ESTE ESTUDO.
BREVE VIRÁ!
Prezados amigos,
A tão discutida vinda de CRISTO é sempre assunto polêmico, atual e por muitas vezes, para a grande maioria das pessoas, um tema obscuro e desconhecido. Uns crêem na sua vinda, mas não sabem como se dará, outros perderam o temor e já não acreditam mais em nada. A grande maioria, porém, permanece indiferente, fria, alheia ao Evangelho.
Nos últimos dias, disse Pedro “… virão escarnecedores com seus escárnios, andando segundo suas próprias paixões, e dizendo: onde está a promessa da sua vinda?” Porque desde meninos ouviram falar e hoje são adultos e Ele ainda não veio. Um dia vem após o outro e todas as coisas permanecem como desde o principio da criação. E zombam dizendo: “ Isso é conversa dos crentes”. Dando de ombro saem sem dar a menor importância.

“Mas amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa ainda que alguns a têm por tardia: mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, se não que todos venham a arrepender-se.” (II Pe 3.8,9).
DEUS continua a esperar que você se arrependa e se converta, e é por isso que nós te rogamos da parte de CRISTO que vos reconcilieis com DEUS, porque “vivo eu diz o Senhor Jeová, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho e viva” (Ez. 33.11).
Não tendo em conta os tempos de ignorância, DEUS anuncia agora a todos os homens e em todo o lugar, que se arrependam “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham a ser os tempos do refrigério pela presença do Senhor” (At. 3.19) “porque isto é bom e agradável diante de DEUS nosso Salvador, que quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” (II Tm 2.3,4).
Este é o propósito deste trabalho, fazer com que você amado leitor chegue ao pleno conhecimento da verdade. JESUS disse: “… Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz” (Jo 18.37b).
Ouvir a voz de CRISTO é Ter um encontro com a verdade “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo 8.32). E então as dúvidas serão dissipadas, as amarras que te prendem desfeitas e as cadeias da escuridão despedaçadas pelo poder de DEUS. Raiará em sua vida a LUZ que é JESUS, e Ele mesmo é o que te diz: “Vinde a mim e eu vos farei pescadores de homens”.



PREÂMBULO
DEUS criou o homem para a sua glória (Is 43.7), para ser a coroa de toda a criação. Fez ao homem reto, mas eles buscaram muitas invenções.
No início a glória de DEUS vestia o homem, que gozava de plena comunhão com o seu Criador. Isso antes que a terrível Serpente destilasse o veneno que intoxicaria o homem até à alma, causando o seu tropeço e a sua queda. Como um filho rebelde que deixa a casa do pai, o homem chegou para DEUS e disse: “Já sou maior de idade, vacinado, dono do meu nariz. Eu faço da minha vida o que eu quero”. E virando as costas para DEUS tomou sua própria estrada “Há caminho que ao homem parece ser bom, mas o seu fim é caminho de morte” (Pv 14.12).
O homem ignorou o seu criador, rejeitou a sua face. E corrompendo-se nos seus caminhos, se atolou na lama do pecado. Vazio de DEUS andou desgarrado e errante, como ovelha que não tem pastor.
E DEUS contemplou o homem caído, perdido, e o chamou de volta através de CRISTO. Na verdade não foi DEUS quem se afastou do homem, mas o homem que se afastou de DEUS. Mas Ele não se esqueceu do homem, Ele ama o pecador, mas aborrece o pecado, por isso “Amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16).
E o Senhor JESUS CRISTO deixou a sua Glória, a presença do Pai e dos anjos e esvaziando-se de si mesmo, se fez semelhante aos homens (Fp 2.7) e “O verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1.14). A luz verdadeira veio ao mundo para iluminar os que andam assentados nas trevas e dirigir os nossos pés pelo caminho da paz (Lc 1.79).
Ele veio dar a sua vida em resgate de muitos (Mt. 20.28) e com preço de sangue firmar uma Nova Aliança, tornando-se o Único Mediador entre DEUS e os homens (I Tm 2.5). Pelo seu sangue derramado no Gólgota o Senhor abriu a porta da Graça, trazendo salvação a todos os homens.
Verdadeiramente DEUS encarnou-se em CRISTO para que no seu próprio corpo pudesse levar à cruz as penalidades que eu e você estávamos sujeitos. “As nossas dores levou sobre si… Ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades: o castigo que nos traz a paz estava sobre ele… Ele foi oprimido, mas não abriu a sua boca: como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a sua boca” (Is 53).
Ele nasceu numa estrebaria e cresceu trabalhando numa carpintaria “…homem de dores, e experimentado nos trabalhos …” (v.3) em meio a extrema pobreza, para dar-nos o direito de habitar em meio às riquezas dos seus átrios, e palmilhar as ruas douradas da Nova Jerusalém.
Ele foi rejeitado pelos homens para nos fazer aceitáveis a DEUS, fatigou-se em viagens e trabalhos para dar-nos repouso no paraíso.
Ele foi vestido de um manto de vergonha no ato da sua crucificação, para vestir-nos com o linho branco da Sua justiça. Foi coroado com uma cora de espinhos para que pudéssemos usar uma coroa de glória.
Ele foi desamparado na cruz, para nos colocar sob os constantes cuidados do Pai. Morreu na cruz do calvário para nos fazer participantes da Vida Eterna. Desceu às regiões mais profundas, para dar-nos o direito de subirmos e morarmos nos mais altos montes das moradas do Altíssimo.
“CRISTO morreu por todos, para que os que vivem, não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou” (II Co 5.15).
CRISTO morreu por nossos pecados segundo as Escrituras, para nos remir de toda a iniqüidade e purificar para si um povo seu, especial, zeloso de boas obras (Tt 2.14). Com seu sangue comprou para DEUS homens de toda a tribo, e língua, e povo, e nação (Ap 5.9 a). Esse povo se encontra separado para CRISTO e aguarda com expectativa a vinda do Senhor. É a Igreja do DEUS Vivo, a noiva de CRISTO: coluna e firmeza da verdade (I Tm 3.15 b).
O Senhor JESUS CRISTO voltará sem dúvida para buscar a sua Igreja, o povo adquirido, a nação santa a que se referiu o apóstolo Pedro em sua primeira epístola (I Pe 2.9).
“…Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro… (I Pe 2.24 a)


MAS O QUE É A IGREJA? O QUE VEM A SER RELIGIÃO?
De certo você tem uma religião e costuma freqüentar uma igreja, mas nunca parou para perguntar POR QUE? Comece a indagar o por que? Por que tantas igrejas das mais variadas denominações, por que tantas religiões e seitas, de doutrinas e costumes diferentes, se só há um único DEUS e um só Caminho para se chegar até Ele?
Igreja é a tradução do termo grego “EKKLESIA” que no sentido comum e lingüístico grego significa “chamado, convocado, reunido”. Literalmente quer dizer: “Os chamados para fora”. Mas para fora do que ?, você pode perguntar; a resposta é: DO MUNDO.
Em Romanos cap. 1 verso 1 está escrito: “Paulo, servo de JESUS CRISTO, CHAMADO para apóstolo, SEPARADO para o evangelho de DEUS”. No verso 6 ele ainda acrescenta: “Entre os quais sois também vós chamados para serdes de JESUS CRISTO”. Na verdade, cada ser humano recebe o chamado de DEUS para a salvação, quando alguém atende pela fé a este chamado “Vinde a mim” (Mt 11.28) é logo “tirado para fora” deste mundo de pecado e “separado” para fazer parte da Igreja. Da ÚNICA, verdadeira e poderosa Igreja do Senhor. Quem faz isto não é o homem, e sim o ESPÍRITO SANTO de DEUS.
Desde o momento em que aceitamos a CRISTO e O confessamos como Salvador, passamos a estar no mundo sem sermos do mundo: "Não sois do mundo” (Jo 15.19), disse JESUS, mas estrangeiros e peregrinos na terra (Hb 11.13 b). Quem ainda está no mundo fazendo a vontade da carne e dos pensamentos conforme Efésios 2.1-3, ainda está em trevas, e por conseguinte, separado de DEUS.

EXISTE UMA SÓ IGREJA, um só povo de DEUS, e o Senhor conhece os que são seus (II Tm 2.19). Esta é constituída por crentes de todos os tempos e lugares, unidos a DEUS pela salvação alcançada em seu Filho JESUS. Redimidos em CRISTO foram feitos novas criaturas mediante um novo nascimento (Jo 3.3)
Está sendo preparada e adornada pelo ESPÍRITO SANTO para ser apresentada a Ele como “Igreja gloriosa, sem mácula, nem rugas, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível” (Ef 5.27).



UM TESTEMUNHO VERDADEIRO
Certa vez em uma imobiliária bem conceituada, me encontrava sentado em frente a mesa da secretária aguardando a vez de ser chamado. Observei então que ela lia compenetrada uma carta, e perguntei: – Deve ser de uma pessoa muita querida pelo modo que você está lendo, não é? Ela me respondeu e disse:
- É do meu namorado.
- Onde está ele, perguntei mais uma vez.
- Viajando a serviço, já faz uns três meses. E toda a vez que sinto saudade, não agüento e tenho que ler a carta outra vez.
- Você deve amá-lo muito, emendei na resposta.
- Demais, disse ela, não vejo a hora dele chegar e a gente ficar junto outra vez.

A fidelidade dessa jovem em esperar o seu namorado me fez lembrar do grande amor da igreja por seu noivo, CRISTO. Da mesma forma que aquela jovem, a igreja permanece fiel e espera com paciência o seu Amado. Apesar da distância ela tem a promessa que Ele vai voltar (Aleluia!) para então se casar com ela. Toda vez que a saudade aperta ela lê cheia de gozo, a sua carta: A Bíblia Sagrada. Para confortar o seu coração e senti-lo mais perto de si.
Mesmo diante de tantos convites que o mundo oferece, ela não sai com outro (falsas doutrinas) nem se prostitui com o mundo, mas conserva-se de branco, virgem e pura para o seu Senhor.
É o amor que a preserva. JESUS disse:
“Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama… se alguém me ama guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada” (Jo 14.21,22).
Existe somente uma Igreja fiel: “A noiva de CRISTO”. A qual será revelada no dia do arrebatamento.

“Estou zeloso de vós com zelo de DEUS; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a CRISTO” (II Co 11.2)

EXISTE UMA SÓ RELIGIÃO: JESUS CRISTO
A palavra religião vem do latim “religium” que quer dizer “religar” ou “ligar novamente”. O que? O homem a DEUS é a resposta.
Por causa do pecado a comunhão que o homem tinha com DEUS foi quebrada, JESUS CRISTO veio ao mundo então com o propósito de “Buscar e salvar o que se havia perdido” (Lc 19.10). Ele veio resgatar a humanidade e conduzi-la de volta a DEUS, religando a criatura ao Criador.
Observe as palavras do apóstolo Paulo aos Romanos: “Mas DEUS prova seu amor para conosco em que CRISTO morreu por nós, sendo nós ainda pecadores: logo muito mais agora, SENDO JUSTIFICADOS PELO SEU SANGUE, seremos por ele salvos da ira. Porque se nós sendo inimigos (Tg 4.4b) FOMOS RECONCILIADOS COM DEUS PELA MORTE DE SEU FILHO, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida”.(Rm 5.8-10).
Em CRISTO somos justificados. N’Ele fomos reconciliados com DEUS.
Fora de CRISTO não há religião. Ele é a própria religião, a Videira verdadeira (Jo 15.1), onde a verdadeira Igreja está enxertada.
Mas as pessoas costumam dizer e talvez você próprio pense assim que “todas as religiões levam a DEUS”. Alguém me disse certa vez, que como os aros de uma bicicleta convergiam todos para um único eixo, igualmente, não importando a religião, todas os caminhos levariam a DEUS. Parece ser um raciocínio lógico, mas não é a verdade. Digo a você com toda a franqueza que “toda estrada te leva pra Roma” mas um só Caminho te leva pro céu. DEUS estabeleceu este Caminho: CRISTO (1 Tm 2.5), mas o homem tem buscado muitos atalhos.
“Religião não se discute, fica com a tua que eu fico com a minha”. Quantas vezes, quem sabe? Você disse isso para alguém “no final das contas, iremos todos para o céu”.
Só que quem pensa assim está fazendo “as contas” erradas. JESUS afirmou categoricamente: “Eu sou o Caminho, e a Verdade, e a Vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim”.(Jo 14.6). Ele não é um dos caminhos que levam a DEUS, Ele é o único caminho. Quem não está NELE se encontra desorientado, perdido, fora do Caminho. Ele é a verdade, quem não está NELE ainda está no erro, na mentira e no engano. Ele é a Vida Eterna. Quem não está NELE está morto; espiritualmente morto em seus delitos e pecados (Ef 2.1).
Há pessoas que crêem “no seu deus” e lhe prestam culto da forma que querem e como bem entendem. Submetem DEUS aos seus próprios caprichos e conceitos, porém JESUS disse que “Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. DEUS é espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”.(Jo 4.23,24).
São diferentes correntes filosóficas e doutrinárias que buscam a DEUS de diferentes formas. As várias denominações existentes se divergem umas das outras. É um verdadeiro cabo de guerra. Isso provoca muita dúvida naqueles que desejam ingressar numa igreja local e aí surge a pergunta: Em qual delas, já que são tantas? A resposta está na palavra de DEUS. A Bíblia Sagrada continua sendo e sempre será a única regra de fé prática para o cristão.
O mundo anda sem DEUS, sem paz e sem esperança… JESUS disse: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas” (Jo 8.122).
“O mundo está em trevas e jaz no maligno” (I Jo 5.19). As pessoas correm de um lado para o outro, tateando no escuro em busca de se agarrar em algo. Mas observe…
Quando entramos em casa de noite, procuramos instintivamente o interruptor para acender a luz. O escuro traz medo, receio e insegurança. Quando de repente há um corte de energia, a primeira reação que temos é sair pela casa em busca de uma vela. Ao chegar a luz há manifestações de alegria em toda à parte. No escuro tropeçamos, esbarramos e andamos com dificuldade, mas na luz tudo se vê, tudo se torna claro.
A Bíblia é um clássico exemplo do que estamos a tratar, enquanto fechada, sua capa denuncia as trevas em que o mundo está mergulhado, mas quando aberta, suas páginas luminosas fazem resplandecer a Luz do evangelho da Glória de CRISTO. A Bíblia, pois é o interruptor, que traz luz a nossa alma. E a Luz é o Senhor JESUS. Mas muitos têm desprezado a Luz não dando ouvidos à Sua Palavra. Mas quem não crer no unigênito Filho de DEUS, está trazendo sobre si condenação e se não se arrepender sofrerá o juízo, porque “a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal aborrece a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em DEUS”.(Jo 3.19-21).
O Senhor JESUS CRISTO advertiu que “nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no Reino dos Céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos Céus”.(Mt 7.21).
Eis a fórmula, analise e veja qual a igreja que está fazendo a vontade de DEUS. A vontade de DEUS é que andemos conforme a sua Palavra: “ Porque DEUS não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação” (I Ts 4.7).
JESUS colocou a Igreja no mundo para que o mundo fosse influenciado por ela (Rm 12.2), mas o diabo se esforça em colocar o mundo dentro da Igreja “Honram-me com os seus lábios” disse JESUS “mas o seu coração está longe de mim”.(Mt 15.8)

Amigo (a), o melhor a fazer, digo com toda a sinceridade, é procurar uma igreja evangélica, onde a Palavra de DEUS é pregada e ensinada no poder e na autoridade do ESPÍRITO SANTO. Onde a Bíblia Sagrada é a única regra de fé e o Senhor JESUS CRISTO é amado. Uma igreja CRISTOcêntrica, onde Ele é o centro de tudo e em tudo tem preeminência. Congregue ali com sua família “perseverando na doutrina dos apóstolos, e na comunhão e no partir do pão, e nas orações” (At 2.42) e seja assíduo aos cultos e atividades da igreja “não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes vos admoestando uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia”.(Hb 10.25)

Que dia? O dia do ARREBATAMENTO DA IGREJA.
Não se engane, os diversos caminhos não conduzem a DEUS, sinceridade só não basta.
“Porfiai por entrar pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduz a perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta e apertado o caminho que leva a vida, poucos há que a encontram.” (Mt 7.13,14)

Observe: Um caminho conduz a perdição, o outro leva à vida.

Amigo (a), pense um pouco… Em qual destes caminhos você está?
Generalizou-se na mente das pessoas que todo mundo é filho de DEUS. É bem verdade que somente aos que O receberam como Senhor e Salvador, é que lhes foi dado o poder de serem feitos filhos de DEUS, àqueles que crêem no seu nome (Jo 1.12). A afirmativa do apóstolo João em sua primeira epístola cap. três verso dois, deixa isso bem evidente: “Amados, agora somos filhos de DEUS…”, as demais pessoas que ainda resistem ao evangelho, não fazendo uma decisão pessoal ao lado de CRISTO, são criaturas de DEUS, as quais Ele ama, mas não receberam em si mesmos a natureza de DEUS e o amor da verdade para se salvarem.

É necessário que se arrependam e se convertam ao Senhor, pois acham que vão para o céu fumando, bebendo,mentindo,enganando e prostituindo. Já foi dito que a porta do mundo é larga e o caminho é bem espaçoso. Note que uma multidão passa por ela. Neste caminho milhões de pessoas vivem as vidas de forma dissolutas e maliciosas, em meio a orgias e prazeres sem terem nenhum compromisso sério com DEUS e com Sua Palavra. Cuidam em fazer somente a vontade da carne, mas o fim disso tudo é a morte. Esta é a porta que conduz à perdição: quando abrirem seus olhos estarão no inferno.
Mas a porta que se abre para a Vida é estreita, esta porta é JESUS: “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, será salvo…” (Jo 10.9) e o caminho é apertado: “Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz a cada dia, e siga-me”.(Mc 8.34) JESUS falou bem claro, Ele disse: “Se alguém quiser…”; Ele não obriga ninguém a seguí-lo: “Não por força, nem por violência, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos”.(Zc 4.6b)
Ele chama e convida a vir até Ele: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.(Mt 11.28-30)
Ainda que tem o poder de exigir, Ele não o faz, mas pede com infinito amor: “Dá-me filho meu, o teu coração, e os teus olhos observem os meus caminhos”.(Pv 23.26). Ele não entra na vida de ninguém sem ser convidado, nem arromba a porta do coração, mas do lado de fora, paciente e cheio de misericórdia diz: “Eis que estou a porta e bato: Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei e ele comigo”.(Ap 3.20)
Se você ainda não atendeu a este apelo, não faz parte desta Igreja vitoriosa, nem conhece a verdadeira religião. VEM! JESUS te chama pelo nome. Ele te ama e te conhece muito bem. Aceite-O como Salvador e Senhor absoluto da sua vida. Você tem uma alma muito preciosa e só CRISTO tem o poder de salvá-la da perdição. Reconheça seus pecados e os confesse diante de DEUS.
Comece desde já uma nova vida em CRISTO e receba a alegria e a certeza da salvação.

“PREPARA-TE PARA TE ENCONTRARES COM O SENHOR TEU DEUS, PORQUE NÃO SABES O DIA NEM A HORA QUE HÁ DE VIR O VOSSO SENHOR”.

ARREBATAMENTO (A ESPERANÇA DA IGREJA)
“Os teus olhos verão o Rei na sua formosura, e verão a terra que está longe…”(Is 33.17).
O maior acontecimento da história está preste a ocorrer – A Segunda Vinda ou a volta do Senhor JESUS a este mundo.
O próprio Senhor JESUS CRISTO falou a respeito de Sua vinda:
“Na casa de meu Pai há muitas moradas;… e, quando eu for, e vos preparar lugar; virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também”.(Jo 14.3)
“Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós” (Jo 14.18). Ele mesmo disse que viria, e não há razão para duvidarmos, Ele nunca cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano (I Pe 2.22). Ele é o próprio DEUS. “Outra vez vos verei” disse Ele “e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará. E naquele dia (o do arrebatamento) nada me perguntareis”.(Jo 16.22,23 a). Isso Ele disse, tamanha será a alegria deste momento tão esperado e anelado por todos nós.
Os anjos confirmaram a Sua vinda no momento de sua ascensão aos Céus, dizendo: “… Esse JESUS, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir”.(Atos 1.11 b). Que Ele vem, isto é certo, mas…




COMO E QUANDO ACONTECERÁ?
O apóstolo Paulo em sua l ª Epístola aos crentes de Corinto, nos revela um grande mistério: “Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão, e nós seremos transformados”.(I Cor 15.51-54)
Que revelação extraordinária, na vinda do Senhor, nossos corpos serão transformados e receberemos um corpo glorioso semelhante ao de JESUS, pois “… quando ele se manifestar seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos”.(I Jo 3.2 b) “porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade” (I Cor 15.53) “… Então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória”.
Todos os cristãos serão vivificados em CRISTO. Mas cada um por sua ordem: CRISTO, as primìcias, depois os que são de CRISTO, na sua vinda (I Cor 15.23).
Muitas pessoas só têm se preocupado com os cuidados e afazeres desta vida, mas é necessário buscar primeiro o reino de DEUS e a sua justiça, e todas as demais coisas nos serão acrescentadas (Mt 6.33). As coisas inerentes a DEUS devem ter prioridade em nossas vidas, pois “a nossa cidade está nos céus, donde também esperamos o Salvador, o Senhor JESUS CRISTO, que transformará o nosso corpo abatido para ser conforme o seu corpo glorioso…” (Fp 3.20,21 a).
Em sua 1ª Epístola aos Tessalonicenses, Paulo torna a falar acerca da ressurreição e vinda de CRISTO:
“Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do senhor: Que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo e com a trombeta de DEUS; e os que morreram em CRISTO ressuscitarão primeiro; depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor”.(I Tes 4.15-17)
Imagine isso! De todos os confins da terra pessoas serão arrebatadas dentre as massas humanas, mas todas irão numa só direção: ao encontro de JESUS nos ares. Para o mundo será um mistério quando num momento, em meio as mais diferentes e costumeiras atividades cotidianas, multidões desaparecerão da terra de maneira sobrenatural e misteriosa.
Esse acontecimento passará desapercebido para muitos. Só depois é que irão dar falta, quando a imprensa falada e escrita, através dos meios de comunicação, noticiar o desaparecimento de milhões de pessoas em todo o globo terrestre.
Com certeza, o caos e o pânico tomarão conta do planeta terra. Haverá tristeza e pranto. Angústia e desespero pela falta de parentes. Uma grande expectativa tomará conta de todos. Virão escarnecedores e enganarão o povo. Levantar-se-á a hipótese de terem sido discos voadores, mas os muitos milhões de desviados saberão que foi CRISTO que voltou e levou Sua Igreja para o céu. Mas será tarde demais, o Senhor já terá levado os seus remidos; seremos arrebatados repentinamente, num momento terá acontecido, antes que se perceba.
Nós o esperamos todos os dias, porque sabemos como será, mas não podemos dizer exatamente quando será “por isso estai vós apercebidos também; porque o Filho do homem há de vir à hora em que não penseis”.(Mt 24.44)
Há mais ou menos 2.000 anos veio humilde, montado num jumentinho. Não tinha onde reclinar a cabeça; veio como servo veio para servir. Agora virá como Rei. Rei dos reis e Senhor dos senhores, com poder e grande glória.
É bom frisar e deixar bem claro que a 2ª Vinda de CRISTO abrange duas fases distintas: Na primeira Ele virá nas nuvens de forma Invisível para arrebatar a Sua Igreja. A Segunda fase se refere à manifestação visível e pessoal de JESUS, no final da Grande Tribulação, quando Ele assombrará o mundo com o seu poder e o resplendor de Sua presença. Então julgará as nações e estabelecerá o Milênio na terra.

SINAIS DA PRÓXIMA VINDA DE CRISTO
Um estudo minucioso das Escrituras mostra, que na realidade, o Senhor proporcionou uma boa soma de informações a respeito da Sua volta. Sinais anunciadores nos fazem crer na proximidade de Sua Vinda e nos dão reais evidencias acerca deste assunto. Relacionamos 10 deles para você:










1ºSINAL – A MARCA DOS DIAS DE NOÉ:

“ASSIM COMO FOI NOS DIAS DE NOÉ, SERÁ TAMBÉM NOS DIAS DO FILHO DO HOMEM: COMIAM, BEBIAM, CASAVAM E DAVAM-SE EM CASAMENTO, ATÉ O DIA EM QUE NOÉ ENTROU NA ARCA, E NÃO O PERCEBERAM, E VEIO O DILÚVIO E DESTRUIU A TODOS” (Lc 17.26,27).
Eram de consternar as condições morais dos dias de Noé: “ Viu o Senhor que a maldade do homem se havia multiplicado na terra, e que continuamente era mau todo desígnio do seu coração” (Gn 6.5) “A terra estava corrompida à vista de DEUS, e cheia de violência.” (Gn 6.11).
Estas condições exibem marcada semelhança com as condições morais do mundo de hoje.
Cento e vinte anos foram o prazo que DEUS deu a geração de Noé para o arrependimento, e embora Noé, o pregoeiro da justiça advertisse o povo da aproximação do dilúvio, sua advertência não foi ouvida. Pouca atenção lhe deu à admoestação.
Do mesmo modo, nós, os salvos, como pregoeiros da justiça, já há quase dois milênios, anunciamos ao mundo a volta de CRISTO e o Juízo de DEUS, e , como Noé, somos desprezados e taxados de loucos e fanáticos. Pregamos o arrependimento e apontamos para a Arca, o Senhor JESUS CRISTO, O ÚNICO MEIO DE SALVAÇÃO: “Quem entrar por mim, salvar-se-á” (Jo 10.9).

A MULTIPLICAÇÃO DA INIQÜIDADE

“E por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará” (Mt 24.12).
As corrupções morais do ser humano com as práticas dos pecados mais torpes são hoje aceitos pela sociedade como coisa natural. O vício do cigarro e a ingestão de bebidas alcoólicas são tidos como “sociáveis” e “toda” uma geração se afunda na pornografia, violência, profanação, abuso de sexo e drogas. Isso tudo vem desintegrando a organização mais importante à sua própria sobrevivência: a família. Lares dissolvidos, homens e mulheres que se relacionam sem nenhum compromisso; menores abandonados que seguirão rumo desconhecido…Esta hodierna sociedade se autodestrói. Cada vez mais as pessoas estão se tornando mais individuais, egoístas, mais “humanistas” (o correto seria materialista); mais agnósticas; descrentes…Mais ateus.
Cultua-se o físico e abandona-se o espírito. Cultua-se o sexo e todos os prazeres do corpo, mas a alma, quem se importa com ela?
Há uma tragédia, a qual envolve adolescentes, e as clínicas de aborto estão proliferando assustadoramente. Terrorismo e seqüestros são assuntos com os quais passamos a conviver cotidianamente. O homossexualismo atinge proporções que deixam Sodoma e Gomorra para trás. O número de homossexuais é tão grande que eles têm representação política para lutar por aquilo que eles chamam de “seus direitos”, mas que a Bíblia chama de PECADO.
Cumpre-se o que está escrito em Romanos 1.27: “… os homens também deixaram o uso natural da mulher, e se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homem com homem, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro”.(AIDS e outras doenças).
Nos círculos de homossexuais e viciados em drogas (principais grupos de risco), instala-se o pânico por causa da Aids. Mas a humanidade inteira vive como que entorpecida; Ela continuará a beber do cálice estonteante do pecado e da blasfêmia contra DEUS. Ao invés de dar ouvidos à clara advertência de DEUS, estimulando à volta a uma vida de fidelidade conjugal ou abstinência sexual antes do casamento, as próprias autoridades, através de campanhas oficiais sugerem medidas que supostamente permitem a continuação na imoralidade, como é o caso da “camisinha”. Parece ser um beco sem saída.

Queria DEUS que o mundo fosse deste jeito?
A terra estava corrompida à vista de DEUS, e cheia de violência “(Gn 6.11)”.

ALCOOLISMO:
O alcoolismo é a terceira causa de mortalidade no mundo. Para se Ter uma idéia da gravidade desta doença, basta dizer que 60% dos acidentes de trânsito e 54% dos acidentes de trabalho são provocados direta ou indiretamente, pelo consumo excessivo do álcool. O alcoolismo também é responsável por 80% das ocorrências policiais envolvendo violência, e 75% dos atendimentos hospitalares de emergência. O abuso no consumo do álcool também interfere nas dissoluções dos casamentos(estima-se que 20% dos pedidos de divórcio estejam relacionados com o alcoolismo). É, sem dúvida, um dos piores vícios do ser humano. Debilita a inteligência e tira as energias morais e físicas do homem, levando-o à desgraça.



2º SINAL – JUVENTUDE SEM LEI:
“SABE, PORÉM, ISTO: NOS ÚLTIMOS DIAS SOBREVIRÃO TEMPOS DIFÍCEIS (…) FILHOS DESOBEDIENTES AOS PAIS… INGRATOS…” (II Tm 3.1,2).
Há mil e novecentos anos o apóstolo Paulo, olhando através dos séculos pela presciência do ESPÍRITO SANTO, previu, entre outros consternadores acontecimentos do final dos tempos, a revolta da juventude contra a autoridade constituída.
Desde o término da II Grande Guerra, vêm-se desenvolvendo entre a mocidade uma assustadora atitude refratária à lei. Surgia o rock’n’roll, exercendo efeito surpreendente sobre a vida dos jovens, como aferidor das mudanças de atitudes para com o sexo, autoridade, gosto, seus contemporâneos e ética.
No início da década dos anos cinqüenta, “Bill Halley and the Comets” fizeram milhões de jovens delirarem com o seu novo ritmo alucinante. Depois veio Elvis Presley, despertando paixões nas multidões com o seu jeito fogoso, sensual e obsceno. No cinema, James Dean despertava os ânimos da juventude com seus conflitos, traumas e brigas de rua. Tornou-se um símbolo de uma conturbada adolescência.
Fora das telas o rock descia como uma avalanche, influenciando toda uma geração. Músicas de protesto e conflitos de rua explodiam em todas as partes. Havia uma rebelião entre a juventude. Em 1963 os rapazes de Liverpool chegaram como um trator de esteira. Irreverentes, os Beatles tornaram-se enormemente famosos, a ponto de um dos líderes da banda afirmar que eram mais populares que JESUS CRISTO. No final da década dos anos sessenta surgiram os movimentos hippies. Milhares de jovens deixavam seus lares com mochilas nas costas, gritando “entre cabelos e barbas” a “paz e o amor”. Sonhavam com a “liberdade” e se rebelavam contra tudo que parecia “direito”. Vieram então os grandes festivais de música pop, como Monterrey, Altammont e Woodstock, em agosto de 1969, que recebeu um público de 500.000 fãs e que foi descrito como “três dias de drogas, sexo e música”.
A geração dos anos 80 e 90 receberam enorme influencia dessas épocas. Hoje a nostalgia do rock’n’roll foi substituída pelo som pesado e agressivo dos “heavy metal”. Os decibéis de toneladas de equipamentos amplificados são um ataque frontal aos sentidos, cujo efeito hipnótico tem levado milhares de auditórios a serem “nocauteados” pelo peso do som.
A música rock é de conhecimento de todos, vem carregada de sexo e não há dúvidas quanto ao fato de que as conexões satânicas e de ocultismo ocorrem no mundo do rock. A rebelião da juventude que Satanás tem provocado através do rock, tem levado milhares de jovens em todo o mundo a cultuá-lo e adorá-lo aberta e explicitamente.
Hoje vemos pelas ruas os “new wave”, extravagantes, irreverentes, com seus cabelos e roupas multicores; os “punks”, cabelos rapados, espetados para cima, correntes pelo corpo, agressivos e sujos como “ratos de porão”; os “darks”, de preto e de luto para a vida.
Retratos de uma geração confusa, que busca por algo… Talvez momentos. Gritam e berram ao mundo, mesmo que sejam palavrões, talvez para chamar a atenção…Quem sabe para serem notados, talvez amados… E melhor compreendidos!
“Tempos trabalhosos” diz Paulo, “… mais amigos dos deleites do que amigos de DEUS”.(II Tm 3.4).
O comportamento da juventude nos seus vários aspectos é sinal seguro da vinda de CRISTO. Jovens, JESUS tem um lugar pra vocês no Seu reino. Creia nisso!
A juventude atual não precisa de música rock, nem de outras drogas, mas do Filho de DEUS, JESUS CRISTO! É urgentemente necessário que haja um profundo despertamento na Igreja de JESUS, para que sejamos cartas legíveis de CRISTO “conhecidas e lidas por todos os homens” (2 Cor 3.2)

3º SINAL – CONVULSÕES TRABALHISTAS: (LUTA ENTRE O CAPITAL E O TRABALHO)
“ATENDEI AGORA, RICOS… TESOUROS ACUMULASTES NOS ÚLTIMOS DIAS. EIS QUE O SALÁRIO DOS TRABALHADORES QUE CEIFARAM OS VOSSOS CAMPOS, E QUE POR VÓS FOI RETIDO COM GRANDE FRAUDE, ESTÁ CLAMANDO; E OS CLAMORES DOS CEIFEIROS PENETRARAM AOS OUVIDOS DO SENHOR DOS EXÉRCITOS.” (Tg 5.1-4)
O operário estava à mercê de patrões gananciosos de encher suas arcas à custa de salários vis pagos a seus empregados. Tal situação não podia perdurar indefinidamente. Criaram-se poderosos sindicatos, bem organizados, que arregimentavam os trabalhadores. Exigiram e obtiveram, por meios pacíficos ou violentos, aquilo que julgavam ser devido ao operário.
Vemos aí a expressão “últimos dias”. Este mesmo sinal envolve o acúmulo de riquezas ilícitas, corrupções, colapso financeiro, e lutas salariais; greves e seus distúrbios.
DEUS tem visto o que se tem passado na terra e é chegada a hora da Sua justiça, conforme diz Tiago: “Eis que o Juiz está às portas.” (Tg 5.9)




4º SINAL – O INCREMENTO DO SABER:
“TU, PORÉM, DANIEL, ENCERRA AS PALAVRAS E SELA O LIVRO, ATÉ AO TEMPO DO FIM; MUITOS CORRERÃO DE LÁ PARA CÁ, E A CIÊNCIA SE MULTIPLICARÁ”.(Dn 12.4)

É fato notório que durante a maior parte da história do mundo os acontecimentos humanos progrediam de modo relativamente vagaroso. Foi a invenção da Imprensa, há alguns séculos atrás, que tornou possível divulgá-los amplamente, e somente no século passado a maior parte das invenções de que hoje desfrutamos foi aperfeiçoada como resultado do progresso tecnológico.
Hoje, uma pessoa de oitenta anos pode lembrar-se dos dias em que não havia automóvel, luz elétrica, telefone, fonógrafo, rádio, nem televisão. Naqueles tempos a revolução industrial apenas começava.
Foi no princípio deste século que tivemos o aeroplano. Em 1906 Santos Dumont realizou na Europa, pela primeira vez, seu histórico vôo no “Demoiselle”. Desde então tremendo progresso tem sido alcançado.
O rádio, a televisão, bem como muitos outros inventos eletrônicos que hoje tomamos por coisas corriqueiras, são maravilhas do século XX. Foi à cerca de setenta anos que pela primeira vez sonhou o homem com a possibilidade de transmitir sons e imagens por meio de ondas eletromagnéticas através do espaço à velocidade da luz.
O automóvel, por exemplo, já havia sido profetizado pelo profeta Naum cerca de 700 anos aC:
“Os carros se enfurecerão nas praças, chocar-se-ão pelas ruas: o seu parecer é como o de tochas, correrão como relâmpagos”.(Na 2.4). Os estranhos veículos vistos por Naum na sua visão eram como tochas ardentes, alusão sem dúvida, aos fortes faróis dos carros modernos. “Se enfurecerão nas praças, chocar-se-ão pelas ruas”. Sobe a milhares o número de pessoas que perdem a vida em conseqüência de acidentes de trânsito. As estatísticas são assustadoras. Correndo pelas estradas à noite em alta velocidade, pareciam relâmpagos na visão de Naum, acostumado que estava ao tráfego de camelos. Porém, a mais significativa parte da profecia é o elemento tempo. A visão seria cumprida “no dia da sua preparação” (v.3). Essas coisas, noutras palavras, viriam suceder ao tempo em que o Senhor estivesse preparando o seu regresso a terra.

“O rádio, a televisão, bem como muitos outros inventos eletrônicos que hoje tomamos por coisas corriqueiras, são maravilhas do século XX”.

O aperfeiçoamento do automóvel tal como vemos hoje, é cumprimento da visão do profeta e sinal seguro da vinda de CRISTO.
Foi também no nosso século que o homem conquistou a lua. Quando faltavam quatro minutos para terminar o dia 20 de julho de 1969, o pé esquerdo de Neil Armstrong tocava o solo lunar. Pela primeira vez o homem, em toda a sua história, realizava o sonho de tantos séculos, na histórica missão da nave americana Apolo-11.
Podemos também mencionar a descoberta das fontes alternativas de energia, as pesquisas e viagens espaciais, os sofisticados aparelhos eletrônicos, as transmissões via satélite, os formidáveis chips eletrônicos no incrível desenvolvimento da informática; submarinos nucleares, mísseis balísticos intercontinentais; a substituição de filmes fotográficos por discos, utilização dos raios gama e laser e os consideráveis avanços na Medicina, Geologia, Bioquímica, Genética, Astronáutica e Imunologia, etc.

“Se te elevares como águia, e puseres o teu ninho entre as estrelas, dali te farei descer, diz o Senhor.” (Ob 4)

5º SINAL – GUERRAS, FOMES E FLAGELOS:

“… E CONVERTERÃO AS SUAS ESPADAS EM ENXADÕES E AS SUAS LANÇAS EM FOICES. NÃO LEVANTARÁ ESPADA NAÇÃO CONTRA NAÇÃO, NEM APRENDERÃO MAIS A GUERREAR”.(Is 2.4)

Esta predição é para o futuro, profeticamente relacionada com o Milênio de CRISTO na terra. Porém, enquanto este dia não chegar, quando Ele exercerá o seu juízo sobre as gentes e repreenderá a muitos povos, ouviremos sempre falar de guerras e guerrilhas em várias partes do planeta. JESUS já havia nos prevenido acerca disso, quando disse:
“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim”.(Mt 24.6)
Os veículos de divulgação publicam em destaque os orçamentos astronômicos destinados pelas grandes potências mundiais para fins bélicos. Incalculáveis fortunas têm sido gastas em armamentos; aumentando assim o caos que oprime a raça humana.
Quinhentos milhões de pessoas sofrem de fome no mundo, conforme dados da FAO (Organização de Alimentação e Agricultura da ONU). Já atualmente morrem 40.000 pessoas por dia em conseqüência de fome e subnutrição! Na Etiópia, o mundo viu estarrecido, uma praga de gafanhotos vir e fazer surgir uma grande fome no país; já se podem ver, novamente, bebês esquálidos sugando peitos que são apenas peles, de mães que nada têm a não ser uma sombra de vida. Outros países africanos, como o Sudão, estão comprometidos com a fome, que tem uma terrível aliada: as guerrilhas, que dificultam as operações de socorro.
Em certas regiões da Índia Central, 77% da população vivem em condições de miséria. Assistimos de boca aberta ao espectro da guerra bacteriológica, onde nos laboratórios de diversas nações têm sido preparadas culturas de mortíferos germes de diabólica virulência e há o surgimento de novas doenças em forma de epidemias, como a temível AIDS, que tem se alastrado e provocado o pânico mundial. A cólera e o ebola, talvez, tenham sido as mais recentes das epidemias que tiveram repercussão mundial. O Peru foi uma de suas maiores vítimas.
JESUS também falou de “terremotos em vários lugares”.
O aumento geral do número de terremotos tem sido um dos notáveis fenômenos dos últimos cem anos. Os registros dos quinhentos anos passados mostram um aumento constante dessas convulsões terrestres:

SÉCULOS:
- XV………………… 174
- XVI………………. 253
- XVII……………… 378
- XVIII……………. 640
- XIX……………. 2.119

Em anos recentes tanto o número como a severidade dos terremotos aumentou grandemente. O século XX tem sido o mais castigado com diferentes tipos de terremotos e tremores de terra. Em 18 de abril de 1906 São Francisco, EUA, foi sacudida por um tremor de terra que praticamente destruiu a cidade. Dois anos depois, em 1908, cerca de 75.000 pessoas pereceram no terremoto de Messina, na Itália. Em 13 de janeiro de 1920 mais de 180.000 vidas se perderam em Kansu, China. Em 1923 a cidade de Tóquio, Japão, quase foi destruída por um abalo sísmico que matou 143.000 pessoas. Em 15 de agosto de 1950 registrou-se um dos mais violentos terremotos da história, na fronteira da Índia com a China, na Cordilheira do Himalaia. No dia 22 de maio de 1960, outro terremoto no Chile. Em 1985 a cidade do México veio abaixo com um forte terremoto. Centenas de outros terremotos ocorreram, de maior ou menor intensidade, muitos deles alcançando valores significativos na escala Richter (nove gruas).
O tremendo aumento desse fenômeno terrestre indica estar o mundo se aproximando do vértice de grande crise dispensacional.
“PORQUANTO SE LEVANTARÁ NAÇÃO CONTRA NAÇÃO, E REINO CONTRA REINO, E HAVERÁ FOMES, E PESTES, E TERREMOTOS, EM VÁRIOS LUGARES”.(Mt 24.7)

“PRINCÍPIO DE DORES”

Mas todas estas coisas são “O princípio de dores” (Mt 24.8). O original grego, no qual foi escrito o Novo Testamento, diz que todas estas coisas são o princípio das dores de parto. Visualize o pai nervoso que aguarda o primeiro filho contando os intervalos entre as contrações dolorosas de sua esposa parturiente, a fim de determinar a proximidade do nascimento. Não é a dor inicial em si que dá o sinal. Somente quando elas se tornam mais freqüentes, contínuas, é que a mulher sabe que o bebê está preste a nascer.
Só quando estes eventos, essas “dores de parto” se tornassem mais freqüentes e intensas, saberíamos identificar a aproximação dos últimos dias do sofrimento da Igreja, e do nascimento duma nova era.
O mundo vive sob tensão de uma catástrofe. O horror atômico paira sobre o mundo, pronto para destruir a humanidade.
JESUS falando dos sinais do fim dos tempos, disse em Lucas 21.26:
“Haverá homens que desmaiarão de terror pela expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo; pois os poderes dos céus serão abalados”.
Medo de energia nuclear
O “impacto” causado na história pela energia atômica mal podia ser imaginado há alguns anos atrás. Einstein foi o primeiro a predizer as possibilidades do átomo; quando em 1905, deu a conhecer a fórmula matemática que prenunciava o seu incrível poder. O homem entrava na era atômica. Só que o poder atômico já estava definidamente previsto nesta profecia de JESUS “Os poderes dos Céus serão abalados”. Note-se que a palavra “céus” é traduzida do vocábulo grego “Uoranos”. Se deixarmos na sentença o termo original, temos: “Os poderes de uoranos serão abalados”. Pois bem, Urânio é o elemento do qual é fabricada a bomba atômica!

6º SINAL – O BRAMIDO DO MAR E DAS ONDAS:
“Haverá… na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas”.(Lc 21.25)
As palavras de JESUS no tocante ao “bramido” dos mares é, obviamente expressão indicativa de que ao final dos tempos os mares transbordariam os seus limites. O 1º sinal foi registrado na Holanda, em princípio de 1953 onde uma Sexta parte do país foi inundada. Milhares pereceram e multidões ficaram desabrigadas. Outros acontecimentos dessa natureza estão ainda por vir.

É CURIOSO SABER:
A vida na face da terra se deve, em parte, a uma camada atmosférica de Ozônio. O Ozônio atua, naturalmente, como um filtro da radiação ultravioleta oriunda do sol.
A atmosfera terrestre vem sofrendo grandes alterações, pois subprodutos da nossa civilização estão destruindo essa camada, o que tem provocado sensível elevação da temperatura na superfície do planeta, num fenômeno que ficou conhecido como Efeito Estufa.
Pelo calor que será retido na superfície pelo efeito estufa, que está sendo agravado por poluentes, os mares deverão elevar seus níveis com o calor que derreterá o gelo dos pólos, e cobrir o litoral dos continentes arrasando suas cidades.
Como resultado de um aquecimento da terra, entre mais cinco e sete graus, o derretimento das calotas polares aumentará o nível dos mares provavelmente, até 130 m. Quanto mais quente, mais degelo polar e dilatação das moléculas de água. Mares subirão de nível e avançarão sobre a terra.
Hoje já se verifica em alguns países, inclusive no Brasil, aumento dos casos de câncer de pele, causado por essa radiação infravermelha. As previsões dos cientistas são sinistras: O calor será terrível.
Vale trazer à memória o que o apóstolo João escreveu na sua visão do apocalipse:
“… E o quarto anjo derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abrasasse os homens com fogo. E os homens foram abrasados com grandes calores… e por causa das suas dores, e por causa das suas chagas, blasfemaram do DEUS do céu, e não se arrependeram, para lhe darem glória.” (Ap 16.8,9)

7º SINAL – APOSTASIA FINAL:
O SURGIMENTO DE FALSOS CULTOS:
Apostasia é o afastamento da sã doutrina, a negação da fé, e levará a união de muitos com forças espúrias, a ponto de servir de apoio ao anticristo. É o despontamento da super igreja ou grande babilônia, que unirá a todos os cristãos nominais. Os fiéis serão perseguidos como inimigos da religião e do Estado.
“ Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios; pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência.” (I Tm 4.1,2)
O apóstolo Paulo enfatiza que nos “últimos tempos” ou seja, no fim da dispensação da graça (Ef 3.2), o povo se desviaria da simplicidade da fé para dar ouvidos a espíritos enganadores. Os acontecimentos têm provado, fora de qualquer dúvida, a verdade desta profecia.
No século passado, surgiram cultos uns após outros, cada qual com a pretensão de ser a verdadeira igreja e vilipendiando as demais. Surgia também a teoria da evolução em flagrante contradição à revelação bíblica.
Nasceu o mormonismo, com sua doutrina de poligamia. Uma hierarquia mantém-lhe a continuidade pela cerimônia da imposição de mãos.
Que dizer do espiritismo, com sua satânica doutrina de reencarnações? Contrariando frontalmente a Palavra de DEUS, nega a divindade de CRISTO e a Obra expiatória do Salvador. Invoca “os espíritos dos mortos” para deles receber mensagens. Em suas várias modalidades e práticas tem levado milhares a terríveis perturbações mentais.
Cabe aqui mencionar as “Testemunhas de Jeová”, grupo sectário aos extremos, super herético, que ensina que JESUS CRISTO foi criado. Negam a existência do inferno em seu sentido literal e condena a todos os outros seguidores de CRISTO. O seu fundador, Charles Russel, predisse a vinda de JESUS para o ano de 1914, predição que como se sabe, falhou totalmente.
Temos ainda a Ciência Cristã, que não é ciência nem cristã. Desejo dar mais ênfase, entretanto, ao movimento “Nova Era”.








NOVA ERA: A ERA DE AQUÁRIO!
O termo Nova Era na verdade é inadequado. Tudo o que envolve a essência filosófica e doutrinária do MNE (Movimento Nova Era) é mentira velha vestida de roupagem nova. Sua raiz está nas tradições egípcias, orientais. Suas crenças estão presentes nos povos semíticos de Canaã, que praticavam abominações diante do Senhor. A China e Ìndia contribuem com o movimento através de seus escritos sagrados, os Vedas, cheios de encantamentos e fórmulas mágicas. Os alquimistas, magos e cabalistas da idade média influenciam o MNE, assim como os místicos cristãos dos séculos XVI e XVII. No entanto, é a partir do século XIX que tais ensinos ganham destaque, através da mística russa Helena Petrovna Blavatsky, médium espírita e praticante das religiões orientais, hindu e budista, fundadora da Sociedade Teosófica e responsável pela popularização do esoterismo.
O princípio do MNE pode ser marcado em 1875 quando Helena obteve comunicação com o que ela chama de “mestres cósmicos” que lhe informaram sobre a necessidade da implantação de uma nova ordem de coisas em âmbito mundial, baseadas num determinado PLANO, cujos símbolos, detalhes e objetivos finais lhe foram anunciados pelos referidos “mestres”.
Tendo recebido a revelação de que seriam necessários cem anos para que seus ensinos fossem aceitos pela humanidade, ficou certo de que o movimento deveria trabalhar em segredo, durante os quais somente pessoas “iniciadas” ou “iluminadas” poderiam saber o que estava sendo projetado. Somente após 100 anos de “mistério” (Veja II Tes 2.7), o PLANO poderia ser divulgado abertamente ao mundo, o que de fato ocorreu em 1975, quando o movimento se expôs em toda a sua plenitude.
O PLANO organizado por Helena e codificado por Alice Bailey (médium espírita e suma-sacerdotisa da Sociedade Teosófica e fundadora da Cia Publicadora Lúcifer “Lucis Trust”, uma das principais divulgadoras do MNE), tem atualmente Benjamin Creme, um escocês, como seu principal mentor.
Esse PLANO tem traçado todo um organograma de governo assim constituído:
HIERARQUIA ESPIRITUAL:
Reino de Lúcifer – SCHAMBALA – Anjos Caídos – MESTRES CÓSMICOS – demônios – MAITREYA – Anticristo – AVATAR DE SÍNTESE – Falso Profeta – NOVO GRUPO DE SERVIDORES DO MUNDO – Instruídos – Aspirantes.
O MNE está impregnado de ocultismo e misticismo. Descaracteriza DEUS (é panteísta) e abomina o cristianismo. Está hoje infiltrado em todos os níveis da sociedade. Artistas, comunicadores, empresários, Marcas e Griffes já trazem o rótulo do MNE. Autoridades políticas e religiosas e Organizações tais como a ONU, CMI e outras, já se identificam com esse novo sistema. O MNE utiliza uma terminologia própria, as palavras mais comuns usadas pelos seus adeptos são: Mãe Terra, Energia Cósmica, Holístico, Aldeia Global, Fluídos Pos/Neg., Etc. Usa símbolos para popularizar e representar suas doutrinas, entre eles:
A CRUZ DE NERO OU PÉ DE GALINHA: A cruz virada de cabeça para baixo e quebrada. Símbolo de uma falsa paz, sem a necessidade da Cruz de CRISTO.
A SUÁSTICA: Símbolo ocultista da sorte. De origem Brâmame. Significa: Sva Sti ka (Boa sorte, felicidade e salvação). Foi utilizada por Hitler como representação do seu plano de instalar no planeta sua nova ordem mundial.
YIN YANG: Uma esfera com dois desenhos que se completam como metades, parecendo seres vivos: um preto e outro branco. Dizem tratar-se do equilíbrio cósmico entre o bem e o mal. Aparecem muito em impressos, brinquedos, camisetas, blusas, etc.
BORBOLETA SAINDO DO CASULO: Como representação de uma metamorfose na terra. Uma Nova Era para seus habitantes, sob a liderança de seu falso messias, o Maitreya.
Unificação, Ecumenismo irrestrito. É a nova ordem mundial do MNE. O alvo principal consiste no estabelecimento de uma NOVA ORDEM MUNDIAL, através da implantação de um Governo Mundial Único que controlará e dominará todos os países através de serviços totalmente unificados, econômicos, financeiros, comerciais e geopolíticos. É sem dúvida a preparação do mundo para o governo do anticristo.
Amigo leitor, cuidado! O Movimento Nova Era é como uma moeda. Numa face apregoa a paz, bondade, fraternidade, harmonia e justiça social. Sob estes aspectos é extremamente bonito e agradável. Na outra face, porém, escancara-se nada menos que a face grotesca do inimigo.
Muitos falsos profetas têm-se levantado no mundo, tais como:
Buda, o profeta do budismo; Confúcio, o profeta da China; Maomé, o profeta do islamismo; Allan Kardec, o profeta do espiritismo; Joseph Smith, o profeta do mormonismo; Charles Taze Russel, o profeta da torre de vigia; Mary Baker Eddy, a profetisa da ciência cristã; Max Heindel e H.Spencer Lewis, os profetas do rosacrucionismo; Helen Blavatsky e Annie Besant, os profetas da teosofia; A.C. Bhactivedanta Swami Prabhupada, o profeta da hare-Krishna; Toruchira Miki, o profeta da perfect liberty; Mokiti Okada, o profeta da igreja messiânica; Masaharu Taniguchi, o profeta da seicho-no-iê; David Brandt Berg, o profeta dos “meninos de DEUS”; Sun Myung Moon, o profeta da unificação, e outros.
São lobos devoradores vestidos de pele de ovelha, e multidões estão sendo enganadas, levadas por esse mar de heresias, dando crédito a esses falsos ensinos. “Virá o tempo (diz a Palavra de DEUS) em que não suportarão a sã doutrina, mas andarão de um lado para o outro, procurando mestres que lhes digam apenas aquilo que desejam ouvir, e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas”.(II Tm 4.3)





8 º SINAL – A RESTAURAÇÃO DA NAÇÃO DE ISRAEL

UM POUCO DA HISTÓRIA DE ISRAEL
O DEUS da Glória apareceu a Abrão, patriarca judeu, estando ele na Mesopotâmia, na cidade de Ur dos Caldeus, e disse-lhe: “ Sai-te da tua terra, e da tua parentela e da casa de teu pai, para a terra que eu te mostrarei. E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome e tu serás uma benção.” (Gn 12.1,2)
Em obediência à Palavra de DEUS, saiu Abrão de Ur e veio com toda a sua família a terra de Canaã (Gn 12.5). Então DEUS se manifestou a Abrão, dizendo: “À tua semente darei esta terra.” (Gn 12.7).
A Terra Prometida – Canaã, mais tarde Palestina, hoje Israel, foi a terra de diversas tribos hebraicas: Abraão gerou a Isaque, Isaque gerou a Jacó, e de Jacó (que teve seu nome mudado para Israel – Gn 32.28) descenderam doze filhos, os quais correspondem às 12 tribos de Israel.
Por volta de 1000 aC, um reino hebreu estabeleceu-se em Jerusalém sob a liderança do rei Saul, substituído por Davi. Em seguida ao reinado de Salomão, o país dividiu-se em dois Estados: Israel (compreendida pelas dez tribos do Norte) e Judá (as duas tribos do Sul), que foram respectivamente, destruídos por assírios e babilônicos.
Por volta do século I dC, a Palestina foi dominada pelos gregos e finalmente pelos romanos. A destruição de Jerusalém pelos romanos no ano 70 dC, tendo à frente o general Tito, em cumprimento à profecia de JESUS, quando disse: “…Em verdade vos digo que não ficará pedra sobre pedra que não seja derrubada” (Mt 24.2) acarreta a dispersão geral dos JUDEUS pelo mundo.

DISPERSÃO
“…Como vós me deixastes e servistes a deuses estranhos na vossa terra, assim servireis a estrangeiros em terra que não é vossa” (Jr 5.19b) “ E desembainharei a espada atrás de vós; e a vossa terra será assolada, e as vossas cidades serão desertas.” (Lv 26.33)
Apesar de serem dispersos pelo mundo, nunca perderam a sua dignidade. Mesmo sem solo, sem pátria e sem bandeira, nunca perderam sua identidade, conservando sua língua, seus costumes, tradições e a sua fé no DEUS Todo-poderoso.
No rastro de sua história, foram, expulsos e massacrados por onde quer que andavam. Um povo sofrido, marcado, perseguido e humilhado.

O SOFRIMENTO DO POVO JUDEU É SEM PRECEDENTES!
Entre os anos de 1340 e 1350 irrompeu devastadora a “morte negra”, uma peste virulenta que matou um terço de toda a população da Europa. Acusados de serem os responsáveis “pela maldição”, devido à ignorância e ao odioso anti-semitismo, milhares de JUDEUS foram perseguidos e mortos em mais de 350 cidades européias.
No tempo das Cruzadas, os JUDEUS foram chamados de hereges e “convertidos” ao catolicismo romano à força. Novamente milhões foram mortos e os cadáveres amontoavam-se pelas ruas.
A “Santa Inquisição” agiu contra os JUDEUS com tamanha crueldade que poucos dias antes de sua morte o papa João XXIII pediu a DEUS através de uma carta deixada, perdão por todos os sofrimentos que a igreja católica romana fez os JUDEUS padecerem.
Logo depois veio a barbárie nazista; o horror do holocausto pairou sobre mais de seis milhões de JUDEUS, que foram mortos por Hitler nos campos de extermínio, durante a II Guerra Mundial. Foi a gota d’água para este povo despertar e começar a migrar para a sua antiga pátria: a Palestina.

RETORNO:
A criação da primeira colônia judia em 1882, nas proximidades de Jaffa, marcou o início da imigração de JUDEUS para a região.
“Então o Senhor teu DEUS te fará voltar do teu cativeiro e se apiedará de ti; e tornará a ajuntar-te dentre todas as nações entre as quais te espalhou o Senhor teu DEUS”.(Dt 30.3)
Em 1923, quase vinte séculos depois da diáspora (dispersão dos JUDEUS), milhares de famílias judaicas começam a retornar à região, que após o domínio turco, se tornara protetorado inglês, desde 1922.
“… Eis que eu tomarei os filhos de Israel de entre as nações, para onde eles foram, e os congregarei de todas as partes, e os levarei à sua terra”.(Ez 37.21)
O retorno dos JUDEUS à sua terra começou precariamente no século passado em conseqüência dos horrorosos pógrons, ou massacres, praticados livremente contra esse povo nos ghetos de centenas de cidades européias e principalmente na Rússia.
Animados pela “proclamação Balfour” que era favorável ao estabelecimento de um Lar Nacional para o povo judeu, na palestina, o movimento imigratório aumentou consideravelmente, em cumprimento à profecia bíblica: “E removerei o cativeiro do meu povo Israel, e reedificarão as cidades assoladas e nelas habitarão, e plantarão vinhas, e beberão o seu vinho e farão pomares, e lhes comerão o fruto. E os plantarei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o Senhor teu DEUS”.(Amós 9.14,15)


RESTAURAÇÃO:
Em 14 de maio de 1948, quando os ingleses deixaram a região, os JUDEUS, apoiados pelos Estados Unidos, proclamaram oficialmente o novo Estado de Israel, em cumprimento à profecia bíblica de Isaías, que diz:
“ Poder-se-ía fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião esteve de parto e já deu à luz seus filhos.” (Isaías 66.8)
Fincados em sua terra, expulsaram milhares de palestinos e se viram às voltas com a primeira guerra contra os árabes; mais uma vez o pequeno “Davi” teve de defrontar-se com o gigante “Golias”.
A intenção dos árabes, muitas vezes reafirmada, é a de expulsar os JUDEUS e riscar Israel do mapa. Nesse sentido foram travadas quatro grandes guerras desde 1948 (1947/ 48, 1956, 1967 e 1973) sem que as potências mundiais pudessem fazer qualquer coisa no sentido de evitá-las.
Mas de todas as agressões sofridas, Israel tem saído vitorioso, fortalecido e mais consciente do seu desiderato histórico. Nunca cedeu a pressões de grupos terroristas como a OLP de Arafat, nem se intimidou com as inúmeras ameaças de um povo hostil que os cerca de todos os lados.
As espetaculares vitórias dos JUDEUS sobre seus inimigos têm sido um assombro para o mundo. Quando em junho de 1967, os árabes, liderados pelo ditador egípcio Gamal Abdel Nasser, planejaram e tentaram a destruição do Estado Judaico, foram seis dias de medo e apreensão em todo o mundo, de terrível surpresa e humilhação para os invasores e de grandes e inesquecíveis glórias para a jovem nação israelense. Os soldados JUDEUS enfrentaram heroicamente os inimigos , destroçaram por completo seu moderníssimo arsenal bélico e ampliaram, para quase quatro vezes mais o território de seu país.
Israel para os árabes está na proporção do Sergipe para o Brasil, como pode ainda prevalecer sobre seus inimigos? Nenhuma resposta fora da Bíblia Sagrada pode satisfazer plenamente a razão humana: “E o Senhor te porá por cabeça e não por cauda” “E os plantarei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o Senhor teu DEUS.” (Dt 28.13 e Amós 9.15). Verdadeiramente DEUS interveio em defesa da minúscula nação israelense.

O DESERTO FLORESCE!
Subjugada durante séculos por povos estranhos, a Terra Santa se foi tornando, pouco a pouco, um enorme deserto. Era o cumprimento da Palavra de DEUS em Levítico 26.33: “… E a vossa terra será assolada, e as vossas cidades serão desertas”. Foi exatamente nestas condições que os primeiros JUDEUS encontraram a palestina. Todavia, trabalhando diuturnamente nas condições mais desfavoráveis possíveis, os novos colonizadores plantaram milhões de mudas de árvores e drenaram extensos pântanos, através de um arrojado programa de recuperação do solo, em que parte das águas do rio Jordão foram desviadas, até que o deserto começou a florescer.
“Dias virão em que Jacó lançará raízes, e florescerá e brotará Israel, e encherá de fruto a face do mundo.” (Is 27.6) “…Então farei com que sejam habitadas as cidades e sejam edificados os lugares devastados, e a terra assolada se lavrará… e dirão: Esta terra assolada ficou como o jardim do Éden; e as cidades solitárias, e assoladas e destruídas, estão fortalecidas e habitadas.” (Ez 36.33-35)
Hoje, as flores estão realmente crescendo no Neguev, as cidades antigas foram reconstruídas e habitadas, e a triste paisagem desértica foi substituída pelo verde alegre da natureza.

O SINAL DA FIGUEIRA BROTANDO

“Olhai para a figueira e para todas as árvores, quando já tem rebentado, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está o verão.” (Lucas 21.29,30)
A figueira, que é Israel, está agora mesmo brotando em cumprimento à Palavra de DEUS. Esta nação milenar é como o relógio de DEUS a revelar “o horário” em que nos encontramos dentro da presente dispensação da graça (Ef 3.2). Particularmente o retorno dos JUDEUS à sua pátria, depois de quase vinte séculos, constitui um extraordinário sinal de que estamos vivendo no “tempo do fim”, nos dias que antecedem a volta em glória do Senhor JESUS CRISTO, a Cabeça da Igreja e o Messias de Israel.
“Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque A VOSSA REDENÇÃO ESTÁ PRÓXIMA”.(Lucas 21.28)

9º SINAL – O RESSURGIMENTO DE UMA FORMA DO ANTIGO IMPÉRIO ROMANO:
Em 476 dC , o império romano “deixou de existir”. Em Daniel 2.40-45, temos a profecia do seu ressurgimento simbolizado nos pés de ferro e barro de uma grande estátua. No mesmo livro de Daniel cap. 7 versos 19 a 25, o mesmo reino futuro aparece descrito sob a forma de um último e espantoso animal de uma série de quatro.
Em 1957 começou a cumprir-se este sinal, em Roma, a sede do antigo império romano, quando foi assinado o conhecido tratado de Roma, por seis nações européias: Itália, França, Alemanha, Bélgica, Holanda e Luxemburgo. Começavam a despontar os primeiros seis dedos da estátua profética. Era o início do cumprimento do sinal.
Outros países ingressaram depois, exatamente onde ficava o núcleo central do antigo império mundial único, dos dias de JESUS: Inglaterra, Irlanda e Dinamarca: Nove dedos.
Mais tarde a Grécia veio completar como a décima nação, esta futura expressão do extinto poder romano, simbolizadas na profecia bíblica por dez dedos (Dn 2.41,42) ou chifres (Dn 7.7,24 e Ap 13.1).
O sinal do qual estamos tratando, começou a cumprir-se, como já dissemos, em 1957, sob a forma do Mercado Comum Europeu, hoje, Comunidade Econômica Européia, organizado para fins comerciais, depois financeiro, e agora por último, o seu aspecto de unificação política ficou evidente, visto que a Europa se unificou em 31 de dezembro de 1992.
Recentemente, mais duas nações foram admitidas no bloco: Portugal e Espanha, totalizando um número de 12 nações. É bem verdade que a estátua somente é formada por dez dedos e as nações já chegaram ao nº de 12, mas retornemos ao livro de Daniel e analisemos os versos 7 e 8 do cap.7:“Depois disto, eu continuava olhando nas visões da noite, e eis aqui o quarto animal, terrível e espantoso, e muito forte…; era diferente de todos os animais que apareceram antes dele, e tinha dez pontas. Estando eu considerando as pontas, eis que entre elas subiu outra ponta pequena, diante da qual três das pontas primeiras foram arrancadas…”
Observe que com o surgimento dessa “ponta pequena” (talvez um país de pequena projeção política) três das pontas ou chifres, cairão, perfazendo um número de dez. Hoje são doze as nações inscritas, com a ascensão de mais uma serão treze, menos três que deixarão o bloco, temos aí dez nações ou dedos proféticos que ressurgirão na forma do antigo império romano.
É desta “ponta pequena” que virá o último ditador ou líder mundial: “E eis que nesta ponta havia olhos, como olhos de homem, e uma boca que falava grandiosamente” (v.8). Esta figura que despontará no cenário mundial não é outro senão o anticristo.
A estátua está completa. Há nos seus dedos uma plataforma política que está dirigindo hoje a política internacional. Ora, o que nós estamos esperando? JESUS vem a qualquer momento buscar a Sua Igreja, porque somente depois da Igreja arrebatada para os galardões e as bodas do Cordeiro, é que Ele, JESUS, descerá como aquela pedra e ferirá a estátua nos pés, porque está escrito que nos últimos dias desses reis, o DEUS do céu levantará um reino que não passará jamais a outro reino, mas será estabelecido para sempre (v.44).
O tempo está correndo da cabeça para os pés naquela estátua e os dedos já são chegados “Filhinhos, é já a última hora” (I Jo 2.18 a) e sem dúvida, este é um grande sinal que nos faz crer que JESUS “a pedra viva, reprovada na verdade pelos homens, mas para com DEUS eleita e preciosa” (I Pe 2.4) está às portas.

10º SINAL – A EVANGELIZAÇÃO DO MUNDO:
“E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim”.(Mateus 24.14)
O derramamento pentecostal para a renovação da Igreja tem implicado num renovado e redobrado zelo evangelístico e missionário.
N
estes últimos anos da presente década, a Igreja vem sendo despertada pelo ESPÍRITO SANTO para empreender um maciço, profundo e total avanço na conquista de almas para o reino de DEUS, por todos os meios disponíveis, por todos os crentes, em todos os lugares, e entre todos os povos.

A DÉCADA DA COLHEITA ESPIRITUAL (ANOS: 1990 – 2000)
“Levantai os vossos olhos e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa”.(Jo 4.35)

A Igreja do Senhor JESUS mobiliza-se para nesta última década do presente século e milênio, desenvolver um esforço conjugado de evangelização pessoal, evangelização global, cruzadas, missões nacionais e internacionais, oração individual e coletiva, produção e distribuição de bíblias e literaturas evangélicas, tudo numa escala nunca vista. Neste sentido já foram realizadas duas conferências internacionais: a Lausanne I em Manila,1989 e a Lausanne II, nas Filipinas, em 1990. Planos foram traçados e projetos foram criados, visando a meta maior: Alcançar o mundo todo com as boas novas de nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO.

A IGREJA DE CRISTO E SUA MISSÃO:
“Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura… fazei discípulos de todas as nações… ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado”.(Mc 16.15 a; Mt 28.19,20 a)
CRISTO convoca a Igreja para levar o evangelho ao mundo todo “e então virá o fim”. Anos 2009 – estamos em uma nova década, talvez a última década, o alvorecer do 3º milênio. Seara madura que branqueja para a ceifa.
Sobreviver aos anos 2009... depende de coragem. Subsistir aos problemas da 1ª década do 3º milênio , carece de audácia. Vencer as dificuldades deste inicio de milênio requer firmeza com propósitos. Responder às questões de uma humanidade em crise exige determinação inabalável na posição da Igreja, como mensageira das boas novas. Resgatar milhões de vidas que submergem no mar de pecados de uma civilização em decadência requer ainda, compromisso com a Obra de DEUS. Há muito para se fazer e pouco tempo para se dispor, por isso convém que façamos a Obra daquele que nos enviou enquanto é dia, pois a noite vem em que não poderemos trabalhar (Jo 9.4).
Em 1969, o homem pisou na lua e em minutos, todo o globo terrestre tomou conhecimento do evento que foi, segundo o presidente Nixon, dos EUA, o mais importante da humanidade.
Há muitos e muitos anos, DEUS pisou na terra e, até hoje, bilhões de pessoas em todo o globo não tomaram conhecimento deste evento que foi, este sim, o mais importante da humanidade…

COMO SERÁ NA TERRA DEPOIS DO ARREBATAMENTO?
Após o arrebatamento da Igreja, haverá um tempo de grande aflição como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tão pouco há de haver (Mt 24.21), onde será revelado o iníquo, o homem do pecado, o filho da perdição, a que se referiu o apóstolo Paulo; aquele que se levanta contra tudo o que se chama DEUS, cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder e sinais e prodígios de mentira (II Ts 2.4,9)
O mundo moderno totalmente “materialista” encontra-se em dores de parto para dar à luz esse “filho da perdição”, mas há somente um que o detém e que agora resiste, até que do meio seja tirado (vv 6,7): O ESPÍRITO SANTO de DEUS.
Vivemos na era da ação do ESPÍRITO SANTO, a Igreja de JESUS ainda está presente mantendo acesa a luz do evangelho. Nesta era, o arrogante, cruel e brutal “super-homem” ainda não tem lugar, pois como Igreja de JESUS, impedimos a manifestação da maior expressão do poder das trevas: o anticristo.

A GRANDE TRIBULAÇÃO
O livro do apocalipse descreve os horrores apocalípticos da grande tribulação, quando a ira santa de DEUS contra o pecado se manifestará sobre aqueles que tiveram prazer em pecar e recusar o convite da graça de DEUS para a salvação.
A Grande Tribulação será um período de 7 anos, concernentes à septuagésima semana de anos da profecia de Daniel 9.24-27, “ …se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria.” (Mt 24.22 a) tão terríveis serão aqueles dias.
Após o arrebatamento terá lugar esta última “semana” profética, a qual abrangerá o surgimento do anticristo no cenário mundial, exercendo o controle total do mundo: política, econômica, social e espiritualmente.

O APOCALÍPSE LANÇA SUAS SOMBRAS DIANTE DE SE - OS 4 CAVALEIROS DO APOCALÍPSE
A abertura dos primeiros seis selos de apocalipse 6 tem grande relação com as palavras de JESUS em Mateus cap. 24. Ambas as partes se completam.
Eis a interpretação:
O anticristo virá “montado” num “cavalo branco” (v.2) trazendo consigo uma falsa paz e firmará um concerto com a nação de Israel por sete anos, tempo que corresponde a uma semana profética (Gn29.27; Lv 25.8), e no meio da semana, ou seja, decorridos três anos e meio, romperá a aliança e fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares (Dn 9.27). Isso demonstra que o templo em Jerusalém estará neste tempo reconstruído. Hoje já existem projetos para a reconstrução do templo para adoração dos JUDEUS, como era nos tempos de Salomão. Atualmente no lugar se ergue uma mesquita muçulmana – a mesquita de Omar.
Pois bem, quebrado o pacto, o anticristo se voltará contra os JUDEUS e começará a perseguí-los com furor. “ Sobre a asa das abominações virá o assolador” “E proferirá palavras contra o Altíssimo e destruirá os santos e cuidará em mudar os tempos e a lei…” (Dn 9.27 e 7.25).
A paz será quebrada pelo “cavalo vermelho” das guerras de Mateus 24.6 “Pois que quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição” (I Ts 5.3).
Serão três anos e meio de Grande Tribulação, onde os selos do apocalipse serão abertos (caps 5 e 6), e as trombetas do juízo tocadas (caps 8 e 9) e as taças da ira do furor do DEUS Todo-poderoso derramadas sobre a face da terra (caps 15 e 16).
A guerra trará fome e epidemias, simbolizado pelo “cavalo preto”, referência ao verso 7 de Mateus 24 e a MORTE virá montada num “cavalo amarelo”, pois a quarta parte da humanidade morrerá com as guerras, e com fome, e com peste e com as feras da terra (Ap 6.8).
“E haverá grande tribulação, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tão pouco há de haver”.(Mateus 24.21)
Nesses dias os homens serão atormentados dia e noite e desejarão a morte, e a morte fugirá deles. Clamarão aos montes e rochedos para que caiam sobre suas cabeças. Viverão o terror de muitas catástrofes, inundações destruidoras, como a ocorrida em Bangladesch, em maio de 1991, estimada em quase 200.000 mortos. Furacões e terríveis terremotos levarão a terra a cambalear como um bêbado (Compare Apocalipse 16.18 com Isaías 24.20). A humanidade blasfemará de DEUS por causa das muitas pragas e terminará por adorar a “besta” que enganará e seduzirá a muitos. Estes receberão a marca e o sinal do seu nome (666). Satanás, o grande dragão, a antiga serpente e seus anjos serão precipitados e lançados na terra, e uma grande voz no céu clamará: “… Ai dos que habitam na terra e no mar, porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo”.(Ap 12.12).
A Igreja já não estará mais na terra, por isso, todo o ódio de Satanás se concentrará sobre Israel. No final da Grande Tribulação, o anticristo promoverá a última batalha, um conflito envolvendo muitas nações, que pode ser considerada a 3ª Guerra Mundial, pois congregará muitos povos a pelejarem contra Israel, na batalha final do Armagedom.
Quando o povo judeu se vir cercado por todos os lados e toda a esperança de salvação estiver perdida, clamarão por Jeová com grande quebrantamento “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.” (Mt 24.30)
O Senhor JESUS CRISTO se manifestará desde o céu, com os anjos do seu poder, acompanhado por milhares de seus santos (A Igreja glorificada) para fazer juízo contra todos e condenar dentre eles todos os ímpios. Como labareda de fogo, tomará vingança dos que não conhecem a DEUS e dos que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor JESUS CRISTO; os quais por castigo padecerão eterna perdição, ante a face do Senhor e a glória do seu poder (Judas 15 e II Ts 1.7-9), porque não receberam o amor da verdade para se salvarem (II Ts 2.10b).

CONTROLE TOTAL – Todos que se negarem a adorar a imagem da “besta” serão presos e executados com perfeição técnica. Resultado: depois do arrebatamento, ninguém poderá tornar-se crente no Senhor JESUS sem dar sua vida por Ele.

O ANTICRISTO: Um enigma que será revelado a um mundo sem DEUS.
A IGREJA DE JESUS NÃO PASSARÁ PELA GRANDE TRIBULAÇÃO
“PORQUE DEUS NÃO NOS DESTINOU PARA A IRA, MAS PARA A AQUISIÇÃO DA SALVAÇÃO POR NOSSO SENHOR JESUS CRISTO” (I Ts 5.9).
Enquanto na terra, a humanidade estará vivendo os horrores apocalípticos da Grande Tribulação, a Igreja do Senhor estará com Ele, no Céu, participando da Ceia e das Bodas do Cordeiro (Ap 19.9). O Senhor deixou a promessa para a Igreja fiel:
“Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra.” (Ap 3.10)
ENOQUE: TIPO DA IGREJA ARREBATADA
Enoque antes da sua trasladação, alcançou bom testemunho, ele “andou com DEUS” “E andou Enoque com DEUS; e não se viu mais, porquanto DEUS para si o tomou”.(Gn 5.24), por isso agradou a DEUS e foi trasladado. Assim devemos perseverar se quisermos ser arrebatados. Assim como Enoque viveu em santidade e escapou do dilúvio, da mesma maneira a Igreja fiel no tempo do fim, escapará da grande tribulação.
PROVAS BÍBLICAS:
“Os homens compassivos são retirados, sem que alguém considere que o justo é levado antes do mal.” (Is 57.1)
A Bíblia ensina e exorta a Igreja a esperar o Filho de DEUS e não o anticristo ou a grande tribulação: “E esperar dos Céus a seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos, a saber, JESUS, que nos livra da ira futura”.(I Ts 1.10)
A Igreja sem dúvida será tirada da terra antes que os juízos apocalípticos caiam sobre a humanidade ímpia, e isso não é covardia nossa não, ou falta de fé, isso é resolução de DEUS e ponto final. Em apocalipse de 5 a 19, que trata da Grande Tribulação, a Igreja não aparece, nem sequer é mencionada, e isso não é pura coincidência, pois no cap 4 João foi “arrebatado em espírito”, simbolizando a Igreja, que só volta a ser mencionada no cap 22 versículo 17 como a esposa do Cordeiro.
Outrossim, nas sete cartas as igrejas da Ásia Menor, referidas antes do cap 4, sempre se observa a admoestação “Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas”. No capítulo 13 de apocalipse, transcorrendo já a Grande Tribulação, só se vê escrito o seguinte: “Se alguém tem ouvidos, ouça”, não aparece mais o Espírito, nem o nome igreja, pois ela já estará nos ares, na presença do Senhor JESUS.
OUTRAS APLICAÇÕES BÍBLICAS:
Ló, sobrinho de Abraão, foi retirado de Sodoma antes da sua destruição, pela intercessão de Abraão junto ao Senhor; a Igreja será tirada da terra antes da Grande Tribulação, pois temos JESUS como nosso grande Mediador que intercede junto ao Pai; Elias foi arrebatado (2 Reis 2.11). Simbolizando a Igreja; ficou Elizeu, representando Israel. Repare que 42 rapazes foram despedaçados por duas ursas logo após a trasladação de Elias. As duas ursas representam as duas bestas de apocalipse 13, o anticristo e o falso profeta, e os 42 rapazes fazem menção ao nº de dias que Jerusalém será pisada pelos gentios: 42 meses, exatamente, ou 1260 dias (Ap 11.2);
José do Egito, talvez o tipo de CRISTO mais perfeito da Bíblia, foi chamado por Faraó de “Zafnate Paneá” que significa “o salvador do mundo” (Gn 41.45). José casou-se com Asenate, uma gentia, antes da grande fome que assolou a humanidade naqueles dias, fome tal que foi descrita por Estevão, o primeiro mártir, de grande tribulação (Atos 7.11). JESUS, o verdadeiro Salvador do mundo, desposará com certeza sua noiva, igualmente gentia, antes da terrível fome que virá sobre o mundo: A Grande Tribulação.
“Buscai ao Senhor, vós todos os mansos da terra…; porventura sereis escondidos no dia da ira do Senhor”.(Sofonias 2.3)
OS MÁRTIRES DA GRANDE TRIBULAÇÃO
João viu diante do trono de DEUS e perante o Cordeiro, uma multidão a qual ninguém podia contar, trajando vestes brancas e com palmas nas mãos, e o anjo que lhe mostrava tudo isso disse: “Estes são os que vieram de grande tribulação, e que lavaram os seus vestidos e os branquearam no sangue do Cordeiro”.(Ap 7.9,14), e João viu as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de JESUS e pela Palavra de DEUS (Ap 20.4).
Hoje a salvação é pela graça, mediante a fé no sacrifício de CRISTO. È por pura misericórdia de DEUS. Não precisa o homem subir escadas de joelho, pagar promessas ou penitenciar-se com qualquer tipo de flagelo, isto para DEUS são sacrifícios de tolos (Ec 5.1). O homem querer justificar-se a si mesmo diante de DEUS é tolice, o único sacrifício que DEUS aceita como perfeito e suficiente, que cumpre a Sua exigência e satisfaz a Sua justiça, é o de seu Filho JESUS, e o que Ele deseja e espera de nós é que reconheçamos isso, e aceitemos a seu Filho, pois tudo já fez, quando consumou sua Obra redentora na cruz do calvário.
A salvação não depende de você ser bonzinho e de nunca ter desejado o mal a ninguém “As nossas justiças são como trapos de imundícia” (Is 64.6). A nossa salvação depende de crermos em JESUS e permanecermos fiéis a Ele, porque “pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de DEUS. Não vem das obras para que ninguém se glorie”.(Efésios 2.8,9).
APÊLO SINCERO!
Amigo(a), somente em JESUS CRISTO há perdão, salvação eterna e perfeita segurança. Ele é o refúgio certo contra as tempestades que já ameaçam este mundo tenebroso.
Os sinais estão aí, os fatos são manchetes nas páginas do tempo. O ESPÍRITO SANTO tem falado aos nossos corações que JESUS está voltando! Não perca tempo, tome uma decisão: Venha hoje mesmo para CRISTO. “Aquele que perseverar até o fim será salvo” (Mt 24.13).

PROCURE UMA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLÉIA DE DEUS ,MAIS PRÓXIMA DE SUA CASA, HOJE MESMO E FALE COM O PASTOR OU COM ALGUM LÍDER.
ACEITE A JESUS CRISTO COMO SENHOR E SALVADOR E VENHA FAZER PARTE DA FAMÍLIA QUE VAI MORAR NO CÉU.
DEUS TE ABENÇOE E FAÇA RESPLANDECER SOBRE TI A SUA FACE.
“VIGIAI, POIS EM TODO O TEMPO, ORANDO, PARA QUE SEJAIS HAVIDOS POR DIGNOS DE EVITAR TODAS ESTAS COISAS QUE HÃO DE ACONTECER E DE ESTAR EM PÉ DIANTE DO FILHO DO HOMEM”.(Lucas 21.36)
Cabe a nós somente exclamarmos como Davi: “ Ó DEUS, apressa-te em valer-me, pois tu és o meu amparo e o meu libertador. Senhor, não te detenhas. (Sl 70.6)
MARANATA! Ora vem Senhor JESUS!…

FONTES DE CONSULTA
Israel, Gogue e o anticristo……………………………………………..Abraão de Almeida
O arrebatamento……………………………………………………………………… Wim Malgo
Sinais da próxima vinda de CRISTO…………………………………… Gordon Lindsay
Fontes diversas: Lições Bíblicas CPAD, folhetos, revistas seculares e principalmente a Bíblia Sagrada, que é a Palavra de DEUS. (Bíblia de Estudo Pentecostal).
BRASÍLIA-DF,05 DE 2009 – EV. ADÃO MISAEL FERREIRA DA SILVA - IADFJ-DF.


Em que cremos

1) Em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Dt 6.4; Mt 28.19; Mc 12.29).


2) Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (2 Tm 3.14-17).


3) Na concepção virginal de Jesus, em sua morte vicária e expiatória, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e sua ascensão vitoriosa aos céus (Is 7.14; Rm 8.34 e At 1.9).


4) Na pecaminosidade do homem que o destituiu da glória de Deus, e que somente o arrependimento e a fé na obra expiatória e redentora de Jesus Cristo é que pode restaurá-lo a Deus (Rm 3.23 e At 3.19).


5) Na necessidade absoluta do novo nascimento pela fé em Cristo e pelo poder atuante do Espírito Santo e da Palavra de Deus, para tornar o homem digno do Reino dos Céus (Jo 3.3-8).


6) No perdão dos pecados, na salvação presente e perfeita e na eterna justificação da alma recebidos gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10.43; Rm 10.13; 3.24-26 e Hb 7.25; 5.9).


7) No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro uma só vez em águas, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus Cristo (Mt 28.19; Rm 6.1-6 e Cl 2.12).


8) Na necessidade e na possibilidade que temos de viver vida santa mediante a obra expiatória e redentora de Jesus no Calvário, através do poder regenerador, inspirador e santificador do Espírito Santo, que nos capacita a viver como fiéis testemunhas do poder de Cristo (Hb 9.14 e 1Pd 1.15).


9) No batismo bíblico no Espírito Santo que nos é dado por Deus mediante a intercessão de Cristo, com a evidência inicial de falar em outras línguas, conforme a sua vontade (At 1.5; 2.4; 10.44-46; 19.1-7).


10) Na atualidade dos dons espirituais distribuídos pelo Espírito Santo à Igreja para sua edificação, conforme a sua soberana vontade (1 Co 12.1-12).


11) Na Segunda Vinda premilenial de Cristo, em duas fases distintas. Primeira - invisível ao mundo, para arrebatar a sua Igreja fiel da terra, antes da Grande Tribulação; segunda - visível e corporal, com sua Igreja glorificada, para reinar sobre o mundo durante mil anos (1Ts 4.16. 17; 1Co 15.51-54; Ap 20.4; Zc 14.5 e Jd 14).


12) Que todos os cristãos comparecerão ante o Tribunal de Cristo, para receber recompensa dos seus feitos em favor da causa de Cristo na terra (2Co 5.10).


13) No juízo vindouro que recompensará os fiéis e condenará os infiéis (Ap 20.11-15).


14) E na vida eterna de gozo e felicidade para os fiéis e de tristeza e tormento para os infiéis (Mt 25.46).